terça-feira, julho 22, 2014

Mas por que?


Recebi algumas perguntas por e-mail e quero colocar nessa coluna algumas dúvidas e questionamentos. 

..............

Hoje estava pensando que, para algumas pessoas esse assunto é normal, é simples, é comum. Sim, de fato é, mas para outras pessoas menos esclarecidas, paira uma grande dúvida , uma vergonha, um medo de assumir os gostos e ser mal interpretado. 
Não dá e nem deve-se julgar essas pessoas pelo que pensam de outros e de si mesmas. 

Acredito que o primeiro ponto é não ter vergonha de si mesmo e de suas vontades, não tenha!
O segundo ponto é você ver o que vale a pena para você : manter isso em segredo ou abrir isso para a sua parceira (o) ? 
Algumas pessoas acham que o manter o segredo é privar-se de suas vontades, mas tudo precisa ser avaliado, pensado, colocado. 
Você pode chegar no seu trabalho, por exemplo, e dizer que curte fio terra e daí? Claro que pode, mas precisa estar preparado para comentários indiscretos, brincadeiras , preconceitos. Precisa ter uma cabeça aberta e tranquila para fazer tal comentário. 

Mas voltando ao assunto das pessoas menos esclarecidas, pois são para essas pessoas que escrevo hoje, o que eu tenho a dizer é que , sintam-se livres para fazer o que bem entenderem do corpo de vocês. Se estimular o anus lhe dá prazer, não tem nada que lhe impeça de fazer isso a não ser você mesmo.

Alguns homens possuem a grande sorte de gostarem e estar com mulheres que gostam e apoiam e não o julgam homossexuais, outros nem tanto assim, sabem que, se falarem isso para namorada ou esposa correm o risco de sofrerem preconceito. De fato correm mesmo, as mulheres não estão preparadas para isso, para 'comer' um homem, por exemplo. Elas acham que esse papel é única e exclusivamente do homem ou que isso é coisa de viado ou que isso é inaceitável. 

Se você tiver uma companheira desse jeito, não vou falar pra você correr ou insistir com ela sobre esse assunto, isso não seria legal. O que posso dizer é para você se virar sozinho. Não vou incentivar também uma terceira pessoa. Tem muita coisa legal que dá pra fazer sozinho, sério, claro que dá. 

Não se sinta também menos privilegiado ou culpado por não compartilhar com a sua companheira esse prazer , existem fatos, situações, muito, mas muito mais relevantes numa relação do que o prazer anal .

Hoje em dia existem muitos brinquedinhos interessantes que podem suprir essa vontade se a sua companheira não curtir ou não admitir. É egoísmo insistir em uma situação se a outra pessoa não se sentir confortável. O sexo, a brincadeira tem que ser boa para os dois. 

Mas porque eu gosto disso? 

Porque o homem sente prazer nessa região. Simples assim. Alguns não admitem ou porque não sabem mesmo, não se permitem tocar ou serem tocados , isso não te faz menos homem , só te faz um homem que conhece mais o corpo que os outros e sabe explorar isso para o seu prazer. 

Mas isso não é coisa de gay? 

Não. Um homem que gosta de ser tocado no anus não é necessariamente um homossexual. Como o próprio nome já diz, homossexual é um homem/mulher que gosta de ter relações com uma pessoa do mesmo sexo. Se você se toca ou pede para uma mulher te tocar, você não é um homossexual. 

Se eu pedir para uma mulher me comer, eu vou ser gay?

Não. Já expliquei acima esse item. Uma mulher pode te tocar, pode usar um consolo, pode colocar um dildo e te comer e você vai continuar sendo homem. Mesmo se você estiver usando uma calcinha, ela te chamar de nomes femininos e tudo mais, você vai continuar sendo homem. É sério. Isso são fetiches, vontades, fantasias de um homem. É mais comum do que você imagina. 

Eu não gosto muito de fazer sexo comum, eu prefiro ser comido do que penetrar. O que faço?

Já conversei com algumas pessoas assim, homens que preferem muito mais ser penetrados por mulher do que penetrar e não posso dizer que está certo ou errado. Posso dizer que precisa ter um acordo entre ambas as partes sobre isso. Se a mulher gostar de ser penetrada, é justo que o homem faça sexo convencional com ela, da mesma forma que ela não sente prazer físico ao penetrar um homem. Ela pode sentir o mental, mas o físico ela não sente tanto, ela não vai ter orgasmos por simplesmente estar penetrando um homem com um pênis de borracha, então é interessante que se entre em um comum acordo e os dois terão prazer na relação.   






O Beto, um leitor,  mandou esse recadinho : 


"Faço minhas as palavras sábias escritas acima, o corpo humano é recoberto pelo maior órgão que é a pele e toda ela é sensível a toques e estímulos, pouco importa qual a região, portanto sou um apreciador de todas as formas que me deem prazer.

Recomendo aos menos experimentados, essa experiência, que será, eu garanto, maravilhosa: permitam-se serem penetrados pelo ânus, o tesão é maravilhoso!

abraço,

Beto"



Gente, é isso. Eu canso de dizer aqui, não tenham preconceito e nem medo de nada. 

terça-feira, maio 13, 2014

Até quando?

Até quando esconder , ser aquilo que você não é , só por pressão social, manter aparências, parecer normal.
E o que é a normalidade?
Gostar de ser estimulado em outras partes que não seja só o pênis é assumir o domínio do próprio corpo. É descobrir-se um homem livre , que pode viver dentro de uma sociedade repressora com a consciência tranquila de que faz o que tem vontade e pode ser aquilo que realmente é. Seja qual for a relação de prazer , quando permissiva,  isso não muda a nossa essência, a nossa alma, o nosso caráter, o nosso comportamento. Permitam-se.

Frases..

Não há outro jeito do que livrar-se de uma tentação a não ser sucumbindo a ela.

O apaixonado começa enganando a si mesmo e acaba enganando os outros. A isso o mundo denomina romantismo.

A coerência é o último refúgio dos que não têm imaginação.

Moralidade é simplesmente uma atitude que adotamos frente às pessoas que não gostamos.


Oscar Wilde

quarta-feira, maio 07, 2014

Ajuda


Pessoal, vejo que o blog tem muitos acessos diários. Mas muito mesmo! Agradeço por cada acesso de vocês, mas o problema é que eu não atualizo com frequência, sempre falo que vou retornar e acabo me perdendo em outras coisas e respondendo só a quem me escreve diretamente.

Vamos interagir?

Se você tiver dúvidas, escreva para : fatafatal@gmail.com - eu responderei todas as dúvidas, dou conselho, tento resolver a questão e depois publico aqui anonimamente, se você permitir.
Acho bacana, porque assim outras pessoas podem opinar, ver se a sua situação é a mesma que o outro está passando e assim fortalecemos nossa comunidade.

Quer tentar? Me escreva.

fatafatal@gmail.com

Beijos!

Fata.

Será que ele gosta?

Vejo que muitos dos que passam por aqui tem a dúvida se o parceiro gosta ou o que a parceira acharia se ele pedisse para fazer fio terra. 
Passo então algumas dicas para iniciar :


1- Se você tem medo do que o parceiro vai pensar, use o velho truque do amigo que gosta. " Sabe que o Rodrigo me contou que a namorada dele começou a explorar outras áreas no corpo dele e ele pirou com isso? Confesso que fiquei curioso , o que você acha?"

Se o parceiro for conservador provavelmente vai contra no inicio, insista mais um pouco , se mostre aberto a novas experiências e vai regulando a conversa conforme a reação. Não insista se ver que isso provocou uma reação negativa na outra pessoa. Insista um pouco mais, em outros momentos se ver que o parceiro ficou na dúvida. 

2- Vai aos poucos, na hora da transa, explorando novos caminhos e veja a reação.
Se você quer que a sua namorada faça isso em você , coloque-a de bruços, faça uma massagem gostosa nela, inclusive no bumbum, tocando-a , dando prazer à ela , mas não a faça gozar, não por enquanto, depois diga que é a sua vez de receber massagem e que você quer igualzinho ao que você fez nela, que você quer experimentar esse prazer. Durante a massagem, vai pedindo, reagindo, gemendo devagar , nada exagerado, ok? assim vai deixando-a maluca com a sensação de que ela está te dando muito prazer. Ela vai fazer o que você pedir. 







Segredo..

Um homem que gosta de fio terra e tem uma mulher que curte também dificilmente trocará a(o) namorada(o)/esposa(o) por outra pessoa.
Cumplicidade é muito importante em um relacionamento e isso não acontece o tempo todo.

Libertem-se.

Não tenham medo. Libertem-se dos conceitos sociais que foram estipulados ao longo dos anos.
O sentir, o desejo, o prazer é nosso e não pertence a mais ninguém.

quinta-feira, setembro 27, 2012

Qual a melhor posição para iniciar?

Não tem uma receitinha básica da melhor posição, mas se você não está acostumado ainda, quer se adaptar,   o melhor seria fazer o fio terra com o seu parceiro deitado , enquanto você faz o sexo oral nele. Essa é uma posição interessante, onde ele está bem aberto ao prazer , à sensações gostosas e novas descobertas. É uma posição que você não se sentirá constrangida e nem ele à você. Mas isso é se vocês estiverem começando, meio incertos ainda se gostam ou não da prática. 
Se tudo iniciar bem, vocês podem passar pra outras posições, como ele de lado ou até mesmo deitado de costas e você se acariciando e acariciando ele ao mesmo tempo. 
Uma posição gostosa é você deitadinha, seu parceiro de 4 , ao seu lado te acariciando e você acariciando ao mesmo tempo, essa posição foge um pouquinho do 69, mas é gostosa pra você ver e sentir a reação do seu parceiro, enquanto está no ato. 

Assim que tudo estiver encaminhado, usem e abusem da imaginação de vocês , o que importa é o prazer e não esqueçam, deixem os tabus do lado de fora do quarto.

Beijinhos e até já ! 


sexta-feira, setembro 21, 2012

Deliciosamente..

E não é uma delícia estar com a pessoa que você curte e ainda mais se entregarem totalmente ao prazer? 
Hummm...mas isso é gostoso demais, curtir o outro sem medo , sem preconceito, sem receio do que o outro vai achar de você ou até mesmo num momento insano 'do que os outros vão pensar' . Que outros , meu Deus? Aprendam que na cama existe você e o seu parceiro (a) , deixam do lado de fora os amigos, os pais, os primos, a família, os encostos, deixa todo mundo, lá fora do quarto, porque esse momento é de vocês dois. Quando o sexo é feito assim, ele é muito mais intenso, sem pensamentos bobos, uma entrega gostosa onde vale tudo pelo prazer. 
Sintam-se, toquem-se , descubram os pontos de prazer, não importando onde ele esteja , inovem, apostem na intensidade do momento. O toque é gostoso demais, não fiquem preocupados com o corpo, não importa se somos magros ou gordos, quando existe o toque, a vontade da descoberta, o tesão pelo prazer, o que menos vai importar é a aparência do outro, um sexo por aparência, sempre vai ser um sexo superficial , o sexo pela entrega ao prazer é muito mais intenso. 
Reafirmo para vocês, deixem seus receios de lado, apostem no que é gostoso, se um parceiro quer algo novo, experimente, todo dia é dia de experimentar e renovar , se não curtirem é só um falar pro outro e tudo bem, inciam-se novas descobertas, mas não fiquem na vontade do desconhecido. 

Beijinhos e até breve. 

terça-feira, janeiro 10, 2012

Medo

O problema de vocês, é que são ligados demais no que os outros falam, no que os outros vão pensar, no que a sua parceira vai pensar e acabam se privando de muitos prazeres.

Prazer não é pecado, não existe pecado, prazer é um direito e uma escolha de cada um.

Ninguém é homossexual só porque curte ser tocado pela parceira. Homossexualismo é outra coisa totalmente diferente. Quem disse que um anus masculino não pode ser tocado? Quem colocou essa bobagem na cabeça de vocês? É algo do gênero - zona proibida? Proibida por que? Quem disse isso? Seu vizinho? Sua mãe? Seus amigos? O Padre? (devo discorrer sobre o assunto ou nem preciso?)

Pois então, se querem uma relação bacana é importante que se livrem de todos esses conceitos bobos e curtam o máximo possível de vocês mesmo.

Em relação ao assunto, qual o maior medo de vocês?

Respondo no próximo post, todos os comentários.

terça-feira, março 29, 2011

Tô viva.

Só pra vocês saberem que estou viva e preparando novos artigos a respeito.
O blog pode estar desatualizado nos posts, mas o conteúdo é super atualizado e válido.

beijos e até já!